ASSINE A NEWSLETTER

O que é a Estratégia BIM BR?

O BIM (Building Information Modeling) apresenta tecnologias que permitem a construção no espaço virtual e possibilita maior integração dos projetos, eliminando retrabalhos, processos ineficientes e gastos desnecessários. Além disso, o BIM garante maior industrialização ao setor da construção civil e modernidade à área.

Visando tal industrialização do setor, desde 2018 o Brasil tem Implantado a Estratégia Nacional de Disseminação BIM, por meio do Decreto nº 9.377, de 17 de maio do mesmo ano. Dentre seus objetivos, podemos destacar:

  1. Difusão do conceito BIM e seus benefícios;
  2. Coordenação e estruturação de projetos do setor público para a adoção do BIM;
  3. Condições favoráveis para o investimento em BIM;
  4. Melhoria nas contratações e licitações públicas com o uso do BIM;
  5. Desenvolvimento de normas técnicas como a NBR15.965, guias e protocolos específicos para a adoção do BIM;
  6. Desenvolvimento de plataforma BIM e a Biblioteca Nacional BIM;
  7. Estímulo ao desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias relacionadas ao BIM;
  8. Incentivo a concorrência no mercado por meio de padrões neutros de interoperabilidade como o IFC.

IMPLANTAÇÃO DA ESTRATÉGIA BIM BR

A sua implantação ocorrerá de forma gradual para que a cada ano as empresas se adaptem às novas tecnologias. Suas etapas serão divididas em três, podendo agrupar em BIM 3D, 4D, 5D, 6D e 7D.

2021 – BIM 3D:

– Exigência do BIM no desenvolvimento de projetos de construções novas ou de reformas (ampliações ou restauros) de Arquitetura e Engenharia referentes às disciplinas de: Estruturas e Instalações Prediais.

Detecção de interferências físicas e funcionais visando a compatibilização de projetos;

– Extração de quantitativos;

Documentação BIM.

Possíveis softwares a serem utilizados neste ciclo: Sketchup, Revit, Revit MEP, Archicad, Vectorworks, QI Builder entre outros.

2024 – BIM 4D e 5D:

– Exigência do BIM na execução de projetos de arquitetura e engenharia e na gestão de obras, com destaque para orçamentação, o planejamento e o controle da execução de obras, além da atualização do modelo e de suas informações como construído (as built).

Possíveis softwares a serem utilizados neste ciclo: Navisworks, Solibri, Vico, Synchro, MS Project e Primavera.

 2028 – BIM 6D:

– Existem diferentes conceitos no BIM com relação ao BIM 6D, podemos destacar: Sustentabilidade e canteiro de Obras

BIM 7D:

– Exigência do BIM no gerenciamento e a manutenção do empreendimento após a sua construção. O Digital Twin será essencial neste ponto e a Nuvem de Pontos gerada por softwares de Laser Scanner.

obrigatoriedades da estrategia bim br
Obrigatoriedades da Estratégia BIM / Fonte: SpBIM

BIM EM OBRAS PÚBLICAS

O uso das tecnologias BIM em obras públicas e processos de licitação garante inúmeras vantagens, com destaque para a redução de aditivos de contrato, o menor desperdício do dinheiro público, menos desgaste político dos gestores, maior transparência das licitações nas obras públicas e acompanhamento em tempo real do cronograma físico financeiro do andamento de cada etapa da obra. A democracia no BIM é um item imprescindível nesta etapa e durante a sua implantação BIM.

Ciclo de Vida BIM / Fonte: SpBIM
Ciclo de Vida BIM / Fonte: SpBIM

CONCLUSÃO

Nós da SpBIM acreditamos que a Estratégia BIM BR é essencial e necessária ao país e ao seu desenvolvimento no setor da construção civil. É importante a atualização do mercado para as novas tecnologias e processos que possam garantir maior qualidade de projetos e processos no setor da construção civil. A SpBIM apoia e contribui com a disseminação de conteúdo e conhecimento BIM, acreditamos que a Educação aliada a Politicas Publicas bem executadas junto ao BIM, ajudara a fomentar o mercado ao gerar empregos e oportunidades.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no print
Print

Deixe um comentário

ASSINE A NEWSLETTER